Demências / Alzheimer

Demência é uma palavra que caracteriza um grupo de sintomas causados por uma doença que afeta o cérebro. Diversas doenças diferentes podem causar sintomas de demência, como alterações na memória e na capacidade de realizar tarefas que os portadores realizavam com facilidade antes, por vezes atividades simples como comer sem ajuda ou se vestir. Além disto, pessoas com demência podem apresentar alterações de comportamento, como irritabilidade ou inadequação.

Os sintomas mais comuns de demência são:
– Alterações de memória: pessoas com demência apresentam dificuldade para lembrar-se de eventos. Geralmente a dificuldade começa com os eventos mais recentes e progride para os eventos mais remotos. Desta maneira, um paciente idoso com demência talvez se lembre mais facilmente do dia de seu casamento do que de sua última refeição. As alterações de memória levam os pacientes a realizar perguntas repetitivas e até mesmo a esquecer que já perguntaram alguma coisa.
– Dificuldades para realizar tarefas simples, como alimentar-se, vestir-se ou cuidar da higiene pessoal.
– Desorientação: pessoas com demência freqüentemente não conseguem recordar-se da data atual ou do local onde estão e podem se perder mesmo em lugares familiares.
– Mudanças de comportamento e personalidade: pessoas com demência podem apresentar mudanças bruscas de comportamento, tornam-se mais facilmente irritáveis ou suspicazes.
– Perda da iniciativa.

Para diagnosticar corretamente uma demência é necessária a realização de um exame médico, que será feito por um psiquiatra ou outro médico habilitado, que avaliará o comprometimento de diversas funções como a memória, a linguagem e a capacidade de realizar tarefas e poderá fazer exames para determinar a causa precisa da demência, de modo a instituir um tratamento adequado.

Diversas doenças podem causar sintomas como os descritos. Afecções cerebrais como um acidente vascular cerebral (conhecido popularmente como “derrame”) podem causar demência, assim como deficiência de algumas vitaminas ou doenças degenerativas como a doença de Alzheimer. A causa da demência pode determinar mudanças em sua evolução (mais rápida ou mais lenta, estacionária ou progressiva) e demandar tratamentos específicos.

O tratamento será realizado de acordo com a causa da demência e o estágio de evolução da doença. Alguns medicamentos podem alentecer a evolução da doença e as conseqüentes perdas de habilidades. Demências com causas específicas (como uma deficiência de vitamina ou alterações estruturais no cérebro como hidrocefalia) têm tratamentos específicos. Além disto, medidas de psicoeducação são fundamentais para auxiliar os pacientes e seus cuidadores.

Antonio Leandro Nascimento